Slide background
Slide background
Slide background
Sexta, 10 Junho 2022 16:19

Entidades preparam para 21 de junho lançamento da programação do RuralTech

Entidades parceiras de Santa Helena mantêm os trabalhos para a realização do I RuralTech – Tecnologia e Inovação para o Campo, programado para o período de 18 a 20 de agosto. A ação é desenvolvida em parceria pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Associação Comercial e Empresarial de Santa Helena (Acisa), Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná Iapar-Emater (IDR-Paraná), Administração Municipal de Santa Helena, Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR) e Secretaria da Agricultura e do Abastecimento (Seab).

Detalhes a respeito do evento já foram definidos, como espaços, disposição e organização dos estandes e áreas de campo experimentais para demonstrações aos visitantes. O lançamento da programação está agendado para o dia 21 de junho, às 13h e 30min, na UTFPR.

As áreas são destinadas à pecuária leiteira e pastagens, produção de hortifruticultura, produção de grãos, energias renováveis, agroecologia e plantas medicinais, plantas ornamentais, tecnologias aplicadas ao meio rural, agroindústria e turismo rural.

O RuralTech

Além de atender ao público relacionado ao setor agropecuário, o RuralTech contará com a Feira de Sabores, com a exposição e comercialização de produtos de agroindústrias familiares rurais para oferecer um ambiente em que toda a comunidade santa-helenense e regional possa prestigiar. Serão diversas palestras, oficinas, minicursos relacionados a diferentes temas, segundo observa a diretora do Campus Santa Helena da UTFPR, Arlete Beuren.

Conforme a presidente da Acisa, Claudete Remor, “a entidade está comprometida com o desenvolvimento e com o bem comum, e sempre pronta a colaborar dentro do que é possível e dentro da legalidade para que as ações possam acontecer e beneficiar a todos”.

O RuralTech será realizado nas dependências do campus da universidade em Santa Helena e tem como objetivos a construção do conhecimento por meio da transferência de tecnologia e capacitação; elaboração, discussão, implementação e avaliação de políticas públicas; e fortalecimento das cadeias produtivas locais e do turismo rural por meio da comercialização e da divulgação dos produtos da agricultura familiar.